Connect with us

Campeonato Catarinense

Invasão de campo na final do Estadual será pautada pelo JEC em reunião com clubes de SC

Além do lance decisivo envolvendo o VAR na final do Campeonato Catarinense, ontem, na Ressacada, outra cena que repercutiu e muito foi a postura da PM permitindo que torcedores do Avaí entrassem no campo logo após o fim da partida, conforme mostra o vídeo abaixo, gravado por um torcedor da Chapecoense e que circula na internet.

Com um mar de avaianos invadindo o gramado, a Chape foi obrigada” a deixar o campo sem receber a premiação pelo vice-campeonato. Alguns jogadores, inclusive, foram afrontados por torcedores rivais na boca do túnel em direção ao vestiário, como mostra o vídeo.

Em entrevista exclusiva ao Esporte Joinville, o presidente do Joinville, Vilfred Schapitz, revelou levará a discussão adiante, já que é exigido um contingente mínimo de seguranças – entre particulares e policiais militares – em todos os jogos do Estadual.

– Vou pautar esse assunto na próxima reunião da Associação dos Clubes de Santa Catarina, porque o que a gente (JEC) gasta com seguranças é um valor enorme para uma partida de futebol. Corresponde a mais de 50% de todas as despesas – disse.

Em comunicado à imprensa, o presidente do Verdão do Oeste, Plínio David de Nes Filho, lamentou a invasão pelo risco gerado aos profissionais. Com torcedores avaianos em campo, a Chapecoense não recebeu a premiação de segundo lugar no estadual.

Veja abaixo o comunicado:

“Deprimente as cenas permitidas pela Polícia Militar de Santa Catarina na tarde de ontem na Ressacada. Militares abriram portões de acessos ao gramado, pondo em risco, jogadores, profissionais de imprensa e cidadãos de bem que se encontravam no estádio.”

Texto: Thiago Borges
Foto: Diego Madruga

SÉRIE D 2021

 

PRÓXIMO JOGO

4ªRodada
×

CLASSIFICAÇÃO - GRUPO A8

 
1 Comment

1 Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Mais em Campeonato Catarinense