Connect with us

JEC

Sincero, Lázio garante luta com a camisa do Joinville

É inegável que a eliminação na Copa do Brasil ainda machuca o torcedor do Joinville.

O zagueiro Lázio, infelizmente, foi um dos protagonistas do jogo no Serra Dourada. Aos 22 anos, o defensor teve a personalidade de um veterano e não fugiu da responsabilidade na cobrança do segundo pênalti. Por um capricho do futebol, Pasinato, goleiro do Vila Nova, caiu para o lado certo e efetuou a defesa. Situação que, no entanto, não abalou a confiança do jovem zagueiro.

Eu tô aqui no Joinville pra fazer história. Não é porque deu errado e tomamos um gol no final, que no próximo jogos vamos tomar o empate novamente. A gente veio com um time mesclado e graças a Deus deu tudo certo.

Nascido em Piúma/ES, cidade com 18 mil habitantes, a 90 km da capital Vitória, Lázio sabe que o Joinville é a grande oportunidade da sua carreira. Com maturidade e sem os clichês básicos do futebol, Lázio não é um defensor com habilidade clássica, mas compensa os fundamentos com um jogo posicional e uma raça ímpar, refletindo mais uma vez a principal chance da sua vida.

Meu pai sempre me diz pra nunca baixar a cabeça e sempre seguir lutando. Vocês sabem que essa é a minha oportunidade como profissional de vestir uma camisa grande. Eu nunca tive a oportunidade de vestir uma camisa grande. Eu morava no Espírito Santo, jogava pra 100 pessoas. Pra minha família é um orgulho eu vestir essa camisa. Eu tenho certeza que meus pais estão chorando, orgulhosos por eu estar aqui.

Apresentado em junho, Lázio disputou 13 jogos pelo JEC e marcou o primeiro gol neste domingo, contra o Brusque. O contrato do defensor é válido até o final do Estadual.

SÉRIE D 2021

 

PRÓXIMO JOGO

3ªRodada
×

CLASSIFICAÇÃO - GRUPO A8

 
1 Comment

1 Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Mais em JEC