Connect with us

Últimas Notícias

Como o JEC utilizará o dinheiro da venda de Anselmo?

Com a evolução no negócio envolvendo o volante Anselmo e Al-Wehda, dos Emirados Árabes, o Joinville segue aguardando o desfecho da transação para ter um alívio considerável no caixa. Com 35% dos direitos do jogador, o Tricolor irá lucrar mais de R$ 5.5 milhões, caso a transferência seja confirmada em 3 milhões de Euros.

Anselmo realizará o jogo de despedida pelo Sport, nesta noite, contra o Atlético-PR, na Ilha do Retiro. O anúncio oficial do Internacional, detentor de 55% do atleta, deverá ser feito nas próximas horas.

“Anselmo e o empresário já viajam para a Suíça nesta quinta ou no máximo na sexta-feira. Ainda existe um pequeno problema, com uns detalhes que precisam ser confirmados com os advogados. Lamento pela saída do atleta, mas ao mesmo tempo fico feliz pela oportunidade dele fazer um contrato que será bom para o seu futuro. Temos que pensar também no lado do jogador, que se mostrou um excelente profissional”, afirmou Guilherme Beltrão, vice presidente de futebol do Sport, ao Portal Superesportes.

No último sábado, antes do jogo contra o Luverdense, o diretor administrativo do Joinville, Alexandre Poleza, comentou a negociação. Segundo o dirigente, o valor que entrará no caixa servirá para manter as contas do ano nos eixos, extinguindo a possibilidade de investimento em reforços ou no pagamento de débitos dos anos anteriores.

Não dá pra contar com o que a gente ainda não tem. Recentemente apresentamos para o Conselho (Deliberativo) um déficit de seis milhões de reais até o final do ano. E não é só o caso do Anselmo, temos outras negociações e temos que fazer essas negociações para dar um alívio no caixa. Mas os recursos vão ser usados para cobrir o déficit do clube deste ano. – Alexandre Poleza.

Texto: Gabriel Fronzi
Áudio: 89 FM
Foto: Aldo Carneiro

Deixe seu Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Mais em Últimas Notícias